Batman: Ano Um | Review

De tempos em tempos as histórias em quadrinhos precisam ser reescritas para se adaptarem às constantes mudanças da mentalidade dos leitores e sua relação com as personagens. Batman foi criado em 1939 e, mesmo tendo uma das origens mais sólidas e resistentes à ação do tempo, em 1986 ele precisou ser reescrito. Coube a Frank Miller dar cabo dessa tarefa, e Batman: Ano Um é o resultado do seu trabalho como roteirista em conjunto com David Mazzuchelli (arte) e Richmond Lewis (cores).

Certo, fiz a apresentação padrão. Agora é hora do que importa de verdade.

Antes de qualquer coisa, é bom ter em mente o quão importante "Batman: Ano Um" é para as gerações que viram nele a origem de Bruce Wayne. Este não é um Batman, ele é O Batman. Aquele que serviu de inspiração para a adaptação cinematográfica de Nolan nos cinemas, o homem que saiu de Gotham para descobrir quem realmente era e voltou para se tornar um símbolo de justiça para a população e de medo para os criminosos.

Nessa graphic novel Bruce Wayne se transforma em vigilante aos poucos, à medida que falha, sobrevive, e aprende com seus erros depois de cada encontro com bandidos e principalmente com a polícia. "Sorte" é uma palavra muito usada por Bruce em sua cruzada. Ele não tem poderes, e o "preparo" sem experiência não é o suficiente para um homem se tornar a lenda que ele viria a ser. 

Quem é o vilão nessa história? Bom, em uma Gotham doente de tanta corrupção, quem poderia ser além do próprio Batman? O Cavaleiro das Trevas surge para destruir tudo aquilo que já estava muito bem estruturado e arranjado entre as autoridades e a máfia. Ele se torna o inimigo número um, a primeira ameaça à Gotham, e James Gordon surge como o homem disposto a parar o justiceiro mascarado.
Frank Miller faz um homem fantasiado de morcego combatendo o crime ter sentido. E ele faz isso com os pés no chão, sem apelar para eventos fantásticos. Mesmo a sorte de Bruce Wayne acaba em algum momento, e é aí que vemos tudo que esperamos do Batman acontecer.

É preciso dizer que mais do que uma história do Homem-Morcego, "Batman: Ano Um" é uma história sobre James Gordon. Como dito anteriormente Batman é uma ameaça à Gotham e grande parte dos eventos são vistos do ponto de vista do policial. 

Definitivamente uma clássico que justifica seu status como tal.

Se você tem interesse em comprar "Batman: Ano Um" e ainda quer ajudar o Lembas Élficas a criar cada vez mais conteúdo, use o nosso link da Amazon: https://amzn.to/2Grk5tc

O valor da comissão não é alto, mas sua compra será um grande incentivo para continuarmos com nossas reviews :D

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lembas no Whatsapp!