Rampage: Destruição Total | Review

As reviews são feitas analisando três aspectos do filme: diversão, história e custo/benefício. As notas de cada tópico separadas não determinam se um filme é bom é ruim. Bom e ruim são coisas extremamente pessoais e por isso nós desenvolvemos o raciocínio usado para dar cada nota. De qualquer forma, aqui vai o significado de cada classificação: 

  • 0 lembas - Em qualquer aspecto é uma forma de te dizer que não vale a pena ver o filme, em nenhuma hipótese. Mais do que isso, é uma indicação de que existe um problema sério com a nossa sociedade, precisaremos organizar uma rebelião e derrubar alguns governos.
  • 1 lemba -  Ruim. É bem provável que tenham usado esse filme para lavar dinheiro ou coisa assim.
  • 2 lembas - Aceitável. Nem sempre um filme busca ser incrível. Provavelmente esse nem tentou.
  • 3 lembas - Bom, mas não vai mudar sua vida, talvez mude seus planos para o almoço.
  • 4 lembas - Ótimo, o estúdio vai ganhar uma boa grana com o filme e você vai sugerir que seus amigos assistam. Eles provavelmente não vão assistir e você vai desejar ter amigos melhores.
  • 5 lembas - Existe algo de sobrenatural no filme, você sabe disso, as pessoas à sua volta também sabem disso, mas ninguém fala a respeito.




Quer ouvir essa review? Clique aqui!

Rampage: Destruição Total é uma tentativa hollywoodiana de adaptar um jogo bem zoado da década de 1980, o que na minha cabeça não faz muito sentido porque afinal de contas: quem pediu para isso acontecer?

No game, ocorre um desastre em um laboratório e três pessoas são transformadas em monstros gigantes comedores de gente cuja unica missão é causar o máximo de destruição nas cidades. Foi um jogo bem legal na época e é preciso admitir que eu acabei de baixar o emulador de Nintendo 64 e perdi algumas horas admirando aqueles gráficos nostálgicos. Já no filme, vemos uma origem diferente para os monstros e a introdução de um herói - porque né, o que seria mais legal do que ver gigantes mutantes destruindo tudo? Isso mesmo: alguém para impêdi-los (sqn).

Dwayne "The Rock" Johnson interpreta um ex-militar que se torna amante da natureza e melhor amigo de um gorila albino. A vida dos dois muda quando o resultado de um experimento super antiético transforma o gigante - o gorila - em um ser ainda maior, raivoso e incrivelmente destrutivo. Para resolver esse drama quase familiar, nosso protagonista precisa descobrir quem são os responsáveis pela transformação do seu companheiro, ao mesmo tempo que impede a destruição do mundo - que como sempre se resume à Nova York, mais especificamente: Manhattan.

Diversão: 2 de 5 lembas

Rampage é um filme família, PG13 (classificação indicativa 13 anos) que consegue dar um baile bem grande naquela coisa toda do joguinho original de monstros que comem pessoas de forma brutal. A gente sabe que pessoas morrem e são digeridas pelos gigantescos mutantes no filme, mas tudo é feito de uma forma bem tranquila e limpa. As piadas são bobinhas e em alguns momentos a gente quase pode esperar aquelas risadas de mentira ao fundo (claque). Tenho certeza de que a maioria das pessoas daria 3 lembas para o filme, mas existem outros longas que merecem 3 lembas, tipo Liga da Justiça ou Círculo de Fogo.

Jeffrey Dean Morgan interpreta Negan em Rampage. Sim, o Negan mesmo.

História: 2 de 5 lembas

Na minha opinião, o quesito mais importante por aqui. Uma boa história pode deixar o público empolgado, curioso e na expectativa por uma sequência. Porque é disso que sobrevive Hollywood hoje, não é? Sequências e reciclagens de material. Mas não, Rampage não parece estar preocupado com isso, quer dizer, ele realmente nem tenta fazer um esforço para gerar interesse no plano de fundo dos eventos, ele apenas flui através de um mar de prédios destruídos e decisões ruins que acabam gerando uma história pouco coerente e totalmente acessória. O objetivo aqui é mostrar os monstros destruindo prédios e ponto.

Rampage: Destruição Total traz os três monstros protagonistas do jogo!

Custo/Benefício: 3 de 5 lembas

Quem vai ao cinema para ver um filme com o "The Rock" definitivamente não está em busca de uma experiência audiovisual que eleve o cosmos ou qualquer coisa do gênero. Dwayne é o senhor absoluto dos blockbusters e ele faz seu trabalho muito bem. A única coisa que impede este filme de ir mais alto na escala de lembas é o custo atual dos ingressos de cinemas (que não está baixo) e o fato da proposta do filme não ser tão conhecida como Jumanji: Bem-Vindo à Selva, por exemplo.

Um monstro com quase dois metros e 118 quilos e ao seu lado um gorila albino

Rampage: Destruição Total é um filme que agradará o grande público e que não vai decepcionar os fãs cativos de Dwayne. Ótimo para as crianças e até que legal para quem acompanhá-las. O filme estreia dia 12 de abril. Confira o trailer clicando aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lembas no Whatsapp!