Deadpool 2 | Review

Que referência boa, que referência bem feita.

Em Deadpool 2 encontramos o mercenário tagarela planejando formar uma família com sua namorada, Vanessa. Porém ainda não é tempo para o Deadpool encerrar sua "carreira" e ele se junta aos X-Men como um... estagiário. Nesse trajeto ele encontra um mutante adolescente bastante furioso, que está sendo perseguido por Cable, um viajante no tempo. No objetivo de impedir que Cable destrua o jovem, Deadpool forma sua própria equipe de aliens, mutantes e Peter: a X-Force. Bem original sim.

Além de um bom desenvolvimento do próprio Deadpool, que agora se aproxima do que conhecemos nas HQs, personagens apresentados no primeiro filme do mercenário foram um pouco mais trabalhados agora. A adição de novos personagens gerou uma curiosidade danada para conhecê-los, mas infelizmente alguns foram rapidamente cortados. Esperamos que voltem no futuro, pois embora não haja planos para um Deadpool 3, há fortes rumores de um futuro filme da X-Force (quero!).

Diversão: 5 de 5 lembas

Como já esperávamos, Deadpool 2 está cheio de divertidas referências ao universo geek, à Marvel e até à DC. O que surpreende é aquele humor que não vem fácil, que não precisa debochar de quem é minoria social para fazer rir. Não que Deadpool esteja cauteloso, inclusive diria que é o oposto. Deadpool chega novamente sem medo de fazer piada com os poderosos, e cheio de tiradas sagazes que mesclam perfeitamente com as cenas ensanguentadas pelas suas katanas.

E falando em katanas, as cenas de ação em Deadpool 2 estão maravilhosas, com muita violência e sem poupar os calafrios do público. Com certeza justifica a classificação 18 anos.

A trilha sonora é uma bênção, até as letras das músicas encaixam adoravelmente com as cenas e não é daquele tipo que precisamos estar atentos para perceber a trilha como algo separado, é do tipo que complementa o que assistimos.
Puro luxo!

História: 4 de 5 lembas

E ainda tem drama! Tá muito completo esse filme. Dá pra passar do riso às lágrimas em suaves transições. Deadpool teve um reforço na sua "essência" e se aproxima das HQs; o vilão, Cable, tem uma motivação justificável e conseguimos nos importar com ele. Coincidentemente (ou não), Cable é interpretado por Josh Brolin, o titã louco Thanos de Vingadores: Guerra Infinita; o roteiro encerra todos os pontos que se propôs a abordar durante o filme (o que também não deixa abertura para uma sequência de Deadpool).

MAS percebemos que no meio do filme há uma mudança de rumo muito radical no enredo. Provavelmente para que houvesse maior destaque dos personagens mais queridos pelo público, outros não tiveram nem chance de se apresentar, o que não parecia ser o objetivo inicial. Mas perdoamos porque isso acabou gerando situações bem divertidas. O que ajuda a perdoar também são as cenas pós-créditos. Sério, não percam as cenas pós-créditos. Beijas.

Custo/Benefício: 5 de 5 lembas

Vá ao cinema. Fuja dos spoilers. Esse é um dos filmes que vale, e super vale ter a experiência de se surpreender, sem chegar sabendo tudo que vai acontecer. Tem toda ação e violência que esperamos assistir num filme do Deadpool, tem profundidade dramática e humor bastante ácido. Combina como um banquete de chimichanga! Isento de crítica nenhum filme é, mas mesmo 2 dias depois de assisti-lo, ainda tenho dificuldade em encontrar suas possíveis falhas. E sério, não percam as cenas pós-créditos. São duas. Duas santidades pós-créditos.

Deadpool 2 pode ser um pouco pesado para quem não curte muito sangue e mutilação. Se você tem mais de 18 anos e passa bem com cenas do tipo, com certeza algo de bom vai levar desse filme. Deadpool 2 estreia dia 17 de maio. Confira o trailer clicando AQUI.

Avaliação por Lembas:

As reviews são feitas analisando três aspectos do filme: diversão, história e custo/benefício. As notas de cada tópico separadas não determinam se um filme é bom ou ruim. Bom e ruim são coisas extremamente pessoais e por isso nós desenvolvemos o raciocínio usado para dar cada nota. De qualquer forma, aqui vai o significado de cada classificação: 

  • 0 lembas - Em qualquer aspecto é uma forma de te dizer que não vale a pena ver o filme, em nenhuma hipótese. Mais do que isso, é uma indicação de que existe um problema sério com a nossa sociedade, precisaremos organizar uma rebelião e derrubar alguns governos.
  • 1 lemba -  Ruim. É bem provável que tenham usado esse filme para lavar dinheiro ou coisa assim.
  • 2 lembas - Aceitável. Nem sempre um filme busca ser incrível. Provavelmente esse nem tentou.
  • 3 lembas - Bom, mas não vai mudar sua vida, talvez mude seus planos para o almoço.
  • 4 lembas - Ótimo, o estúdio vai ganhar uma boa grana com o filme e você vai sugerir que seus amigos assistam. Eles provavelmente não vão assistir e você vai desejar ter amigos melhores.
  • 5 lembas - Existe algo de sobrenatural no filme, você sabe disso, as pessoas à sua volta também sabem disso, mas ninguém fala a respeito.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lembas no Whatsapp!